InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!   Seg Mar 14, 2016 6:56 pm

HERA É DESPEDAÇADA PELOS METEOROS!






— Senhorita Saori, não precisa se preocupar com essa desgraçada! Você deve estar cansada da luta com o Seiya, deixe que eu cuido disso. Eu, Matheus... de Peixeeeeeeeeeeeeees! — e a armadura dourada vestiu o seu novo dono.




— June... Você... — Atena, sentindo que o cosmo da amazona havia desaparecido, entendeu que aquela era a vontade dela.
O cosmo de Matheus era agora intenso e vivaz. O cavaleiro dourado atacou com as rosas diabólicas, mas Hera se desfez delas com muita facilidade. Atena, realmente esgotada, foi até onde Seiya estava desacordado.
“Seiya, me perdoe por tudo que te fiz passar... Darei parte do meu cosmo a você.”
— LEQUEEEEE MÍSTICOOOOOOOOOOOOOO!!!!
— ROSAS PIRANHAAAAAAAAAAAAAAS!!!!
O choque dos golpes se dissolveu no ar; os cosmos eram praticamente iguais.
— Como pode um moleque de merda como você, que já tava quase morto, conseguir escapar do meu poderoso golpe? Eu, que sou a esposa do grande Zeus!
— Não tô nem aí, guria! Engula issooooo: COMETA DE PÉGASUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!
Aquele poder devastador finalmente conseguiu ferir a intocável Deusa. Mas não a ponto de matá-la. Ali perto, os dedos de Seiya de sagitário começavam a se mover. Atena sorriu. Não podia perder um precioso cavaleiro como aquele.


_________________________________________________________________________________________



— Deméter, ainda pretende continuar a enfrentar nós duas juntas? — a luta, que já ocorria havia algum tempo, prosseguia intensamente.



— Shina! Marin! São vocês que devem recuar e ir embora do Olimpo. Não têm chance contra mim, e muito menos contra o meu irmão Zeus.
— Acho ridícula a devoção que vocês, os deuses do Olimpo, têm por Zeus, como se ele fosse uma entidade superior. Não têm amor próprio? — zombou Shina.
— Zeus nos livrou da tirania de nosso pai, Cronos, e dos outros titãs. Virou nosso líder e nós o respeitamos por isso.
— Shina, não adianta tentarmos dissuadi-la. Precisamos vencer essa mulher se quisermos salvar Seiya, Atena e os outros.
— Tem razão, Marin.
— Venham as duas juntaaaaas! — RASTRO DA NATUREZAAAAAAAAA!!!
Um turbilhão de energia despachou as duas amazonas de bronze em um só ataque. Caíram desacordadas com a força da Deusa Deméter.


_________________________________________________________________________________


Lukas de Andrômeda e Shun de Virgem estavam diante de Artêmis, a Deusa da Lua.



— O lendário Shun de Andrômeda é agora um cavaleiro de ouro, então... E trouxe seu sucessor.
— Artêmis, é verdade que lutamos no passado, mas não quer dizer que precisamos de outra batalha inútil.
— Continua o mesmo chorão de sempre, garoto. O seu irmão também está por aqui, não é?
— Ikki... Então eu realmente não estava errado quando senti o seu cosmo. Ikki, então veio se juntar a nós. Que bom!
— Ei, vão ficar de papo aí ou lutaremos de uma vez? — se irritou Lukas.
Artêmis achou engraçada a impaciência daquele mísero humano.
— Menino, não só lutarei como enterrarei os dois aqui mesmo. — cosmo da Deusa se inflamou.


_____________________________________________________________________________________


— Hera, você pode até ser a esposa do grande Zeus, mas não é uma Deusa das mais poderosas. Para atacar você fere os sentimentos dos outros e os controla. Isso não é uma tática leal.
— Cale essa boca suja, mero mortal.
— Pois vou te mostrar agora do que um mortal é capaz. Aaaaaaaaaaaaah! Ascendaaaa! Você pagará por ter caçoado dos sentimentos de Seiya e de Atena.
— Seu lixo... — Hera não dava a mínima para o cosmo do novato cavaleiro de peixes.
— Meteoooroo de Pégasuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!
Dezenas de raios atingiram Hera, tocando sua kamui e desviando. Outros raios continuaram chegando, e Hera continuava rebatendo cada um deles. Cem, duzentos, quatrocentos, seiscentos, ops, um tocou sua armadura mística.
— Mas o quê?
Noventos, mil cento e trinta e dois, e os meteoros continuavam cruzando o ar e a atingindo, daquela vez em cheio, cada vez mais velozes e determinados.
— Pe-peixes... — Aaaaaah! — o corpo era atingido o tempo todo; a indefectível kamui foi sendo destroçada e os meteoros não paravam.
Dez, vinte mil golpes, centenas de cortes profundos em seu corpo; a kamui? Vaporizada! Hera caiu, atônita, e morta. Ao final, Matheus, ainda transbordando em energia, disse a Atena, que ainda curava o desacordado Seiya: “Senhorita Saori, vou ao encontro de Zeus. Peça ao Seiya para me alcançar, logo mais...”
Atena, perplexa com a vitalidade de seu cavaleiro, desandou a rir: era impressionante como aqueles meninos tinham evoluído.


____________________________________________________________________________________



— Não posso acreditar... — Zeus estava furioso. — Hefesto, Afrodite, Apolo e agora até minha amada Hera? Será que todos os Olimpianos sucumbirão para esses parasitas do zodíaco e eu terei que entrar em ação? O que acha, Dionísio? Não vai lutar?



— Ahahaha! Não me faça rir, papai. E o que eu poderia fazer? Se nem mesmo o poderoso Apolo, meu irmão, pôde vencê-los? Jogar vinho neles? Por favor, papai, eu não sou de guerras. Apenas aprecio ver essas inúteis batalhas, me divertindo. O que tiver que ser, será. Vá se aquecendo porque eles logo invadirão o seu sagrado palácio. — Dionísio não estava nem um pouco preocupado com a derrocada de todo o Olimpo.
Zeus olhou com consternação para o filho hedonista.


_______________________________________________________________________________



— Lampejo da Águiaaaaaaaaaaaaaa!
— Cobra, venhaaaaaaaaa!
Depois de recuperadas do golpe de Deméter, Shina e Marin contra-atacaram com seus golpes, mas eles, mesmo combinados, foram inúteis contra ela.
— Eu disse que vocês não são páreas para mim.
— Shina, se nosso ataque não surtiu efeito, foi porque o nosso cosmo concentrado não foi suficientemente poderoso. Vamos repetir nossas investidas até que Deméter caia morta.
— Perfeito, Marin. Vamos tirar o sorrisinho do rosto dela.
— LAMPEJO DA ÁGUIAAAAAAAAAAAAAAAA!
— GARRAS DE TROVÃÃÃOOOOOOOOOOOOOO!
Com mais dificuldade, Deméter conteve o ataque das duas.
— Vocês melhoraram, mas pra me vencer, precisarão de muito, muito mais!!!!! CONTROLE ABSOLUTO DA NATUREZAAAAAA!!!!
De repente, as árvores que ali estavam começaram a agir conforme as ordens de Deméter, e logo envolveram as duas amazonas em um aperto mortal.
— Aaaaaaaaaaaaaaah! — Marin, tente resistir e respirar.
— Tô tentando, Shina, mas me sinto... gaf. Gaf. Sufocada por uma anaconda.
— Ahahaha! Sou a Deusa que controla a natureza e os seres vivos. Isso pode piorar de acordo com a minha vontade. — estalou os dedos e vieram correndo dois leões, salivando. — Minhas doces criaturas, querem se deleitar com as carnes da Marin e da Shina? Aproveitem, elas cheiram bem.
Os leões saltaram nas amazonas envolvidas pelos galhos resistentes e começaram a abocanhá-las. Shina e Marin urravam na mais excruciante dor.
— Ahahaha! Mas que ótima oferenda eu consegui. Logo, suas mortais ridículas, só sobrarão os seus ossos para contar história.
Em galhos próximos, Shina e Marin se deram as mãos. Então, começaram a conversar uma com a outra através de seus cosmos:
“Marin, me resta pouca força. Estou esvaindo em sangue. Esses leões não são normais e esses galhos vão sugar minha vida dentro de pouco tempo.”
“Assim é comigo também, Shina. Mas não podemos morrer sem levar a Deméter conosco. Sempre vimos Seiya e os outros vencerem os Deuses, e nunca pudemos ser úteis. Está na hora de darmos nossas vidas por eles, não acha?”
“Acho”.
Apertaram as mãos com mais forças e os cosmos se fortaleciam, enquanto os corpos doíam esmagadoramente. Num último esforço, houve uma explosão. Deméter foi lançada para longe, sem entender.
— E-elas se livraram dos leões e destroçaram as árvores? Mas suas armaduras também ficaram despedaçadas. Shina, Marin, vocês morreram em vão. Foram duas inúteis. — mas algo não estava certo.
Dois gigantescos cosmos surgiram. E eles logo envolveram as duas. Eram as armaduras divinas da Águia e de Cobra.











— Outra armadura divina? Foi o mesmo que aconteceu no Santuário Galáctico.

Os cosmos de Marin e Shina se elevaram. Sabiam que pela última vez. Com o sangramento interno provocado pelas árvores de Deméter, e o externo, causado pelos leões, iriam sucumbir em breve.
— Tudo nesse golpe, Marin...
— Certo, Shina...
— Foi uma honra lutar ao seu lado.
— Digo o mesmo!
— Essas desgraçadas. Eu não vou ficar quieta. CONTROLE ABS...
— GARRAS DE TROVÃÃÃÃOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!
— Fui eu quem ensinou esse golpe ao Seiya, mas nunca mais o usei, desde então... — e pela primeira vez, Marin tirou sua máscara e gritou em alto e bom som: METEORO DE PÉGASUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!!
Antes que pudesse usar seus poderes da natureza, Deméter foi acertada em cheio pelos golpes de Marin e Shina, e despencou. Marin e Shina também desabaram, com o sangue esvaindo pelos poros.
— S-seiya... Foi uma pena não termos vivido esse am... am......
— Seiya... C-continue lutando, conforme eu lhe ensin..............


____________________________________________________________________________________


— Seiya, você está voltando — animou-se Atena.
— S-saori. V-você voltou pro nosso lado... — sorriu. — Mas a Shina e a Marin... Não consigo mais sentir os seus cosmos.
Imediatamente, Saori o abraçou forte, e ele entendeu rapidamente. Seiya caiu no choro. De uma só vez, perdeu sua mentora e outra mulher que foi muito importante em sua jornada enquanto cavaleiro.


_________________________________________________________________________________________


Lukas atacou Artêmis com a corrente de Andrômeda, mas a Deusa da Lua a transformou em pó apenas com um piscar de olhos.
— Diferentemente de Afrodite, Hera ou Deméter, sou uma Deusa acostumada a batalhas. Então não pensem que irão acabar comigo, Andrômeda e Virgem.
— Tô pouco me lixando se você luta ou não, Artêmis. Impediremos seu pai, Zeus, de acabar com a Terra e os humanos. ONDA RELÂMPAGOOOOOOO!
Novamente, piscando os olhos, Artêmis destruiu a outra corrente de Lukas, deixando-lhe sem armas.
— Mas é inacreditável.
— As correntes... — Shun, antigo cavaleiro de Andrômeda, ficou incrédulo com a facilidade com a qual as correntes lendárias foram pulverizadas.
Artêmis tirou de suas costas um imenso arco-e-flecha prateado. Ela, uma Deusa caçadora, usava aquela arma sagrada desde a época da mitologia.
— Como eu disse: luta é coisa séria pra mim. Hora de arrancar o coro de vocês dois.
— Detenha-se, Artêmis. Não me obrigue a lutar de verdade. Podemos resolver isso sem termos que nos matar.
— CALE SUA BOCA, SHUN! Não aguento mais o seu discurso pacato. Não tá vendo que essa vadia quer nos matar?
— Você continua desbocado como sempre, Lukas. — Shun ergueu seu punho, lançou uma onda cósmica na direção do pupilo e o jogou longe, caindo desacordado.
— Ora, perdeu a cabeça com o discípulo?
— Pelo contrário... Ele perdeu as correntes; não tem como se defender. Não quero que ele perca a vida inutilmente. Se alguém vai lutar, esse serei eu — o cosmo de Shun se elevou; fazia tempo que ele não usava a força bruta.
— Morraaaaa, Virgeeeeem! — as flechas de Artêmis procuraram a cabeça de Shun, que desviou de cada uma delas, com destreza sem igual.
— CÍRCULO DAS SEIS EXISTÊNCIAAAAAAS!



Artêmis foi tragada pela hiper-dimensão de Shun.
— Agora você tem seis mundos a escolher, Artêmis. Cabe a você decidir onde quer ficar pela eternidade.
— Hahahahaha! Que piada. — ela disse, saindo imediatamente da dimensão criada por Shun.
— Maldita...
— Cavaleiro de Virgem, você irá ser morto, aqui, agora, pelas minhas mãos.
E fuzilou Shun com um olhar de ódio. Shun devolveu o olhar: precisava deixar de ser o guerreiro bondoso para, assim, trucidar a Deusa da lua e das caças.








CONTINUA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eduardo
Admin
avatar

Mensagens : 483
Data de inscrição : 17/10/2012
Idade : 27
Localização : Santa Maria - RS

MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!   Seg Mar 14, 2016 7:29 pm

Altos acontecimentos no capítulo Very Happy ! Mas algumas lutas estão fáceis demais a meu ver... study
Ansioso pelo de sábado.

_________________

Eduardo, Administrador do Fórum de Jogos [R.I.P]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://requiescantinpace.forumeiros.com
Wander

avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/08/2015
Idade : 28
Localização : Itabaiana/Sergipe

MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!   Ter Mar 15, 2016 12:25 pm

Pelo o pouco q disse que ia postar, ficou bom até demais... Sábado chege logo, quero te usar kkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!   Ter Mar 15, 2016 2:01 pm

ficou bom mas como o Edu falou algumas batalahas pareceu facei de + e quanto o capitulo no meu ver ate que foi mais que um pequeno capitulo eu diria metade de um inteiro
Ri Bastante na parte das Rosas Piranhassss kkkkkkk
e depois claro como tem varias lutas no mesmo capitulo ou historia tem vezes que me perco no meio dela kkk ou deve ser pelo cansaço lol que tenho que voltar a ler do inicio pra entender mas fica o meu voto pois cada capitulo sempre tem algo especial e sobre tudo a dedicação do nosso grande escritor que tira sempre um pouco do seu tempo para nos contar grandes capítulos e batalhas que seram lembradas no futuro. valeu Daniel continua assim Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wander

avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/08/2015
Idade : 28
Localização : Itabaiana/Sergipe

MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!   Ter Mar 15, 2016 11:29 pm

Tbm me perco as vezes kkkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!   Qua Mar 16, 2016 12:16 pm

lol afinal ja nao me sinto sozinho kkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!   Qua Mar 16, 2016 1:19 pm

É que a própria Artêmis disse que Deméter e Afrodite não são Deusas acostumadas a lutar. Já a luta contra a Artêmis será bem mais complicada. Provavelmente o capítulo 25 será o último.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!   Sex Mar 18, 2016 9:01 pm

Baaaahhh, soh tive tempo para ler hoje, mil desculpas... Show como os outros Daniel, parabéns, agora tô bonitao com a armadura de peixes =], ansioso para ver a artemis lutando... Ela eh deusa da caça se não me engano, então vem luta boa... Se bem q o episódio da Afrodite foi bem interessante também hahaha...
Pelo lado bom de soh conseguir ler hoje, eh q amanhã já daí episódio novo *.*
Obs: montagem da cabeça na armadura combinou hein Smile #bonitao
Parabéns Daniel, gostei do "guria" haha, aprendendo liguagens regionais nos episódios...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!   Dom Abr 24, 2016 3:42 pm

Muito bom msm, mas ainda to pensando, pq n teve foda na minha morte kkkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ZEUS CHAPTER 19: Hera é Despedaçada Pelos Meteoros!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» A Carta Social ainda é utilizada pelos clientes dos Correios?
» [Brasil] Esquadrão Onça, da Base Aérea de Campo Grande, comemora 40 anos
» O avião explicado pelos jovens
» Parabéns Pedro Felipe
» [Review] God of War III

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
[R.I.P] Requiescant In Pace :: CDZ-
Ir para: