InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 ZEUS CHAPTER 16: Wander Tira os Óculos!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: ZEUS CHAPTER 16: Wander Tira os Óculos!   Sab Fev 20, 2016 4:10 pm

WANDER TIRA OS ÓCULOS!





        Com a perfeita simbiose entre novo usuário e armadura, Eduardo de câncer se lançou, para a perplexidade do Deus milenar.
— Oooondas do Infernoooooooooooooo!
As poderosas ondas enviaram um atônito Hefesto para uma dimensão desconhecida. O Deus das forjas e do fogo foi tragado pela primeira vez na vida.
— Edu, isso é incrível. Como já consegue usar o golpe sem nunca tê-lo treinado? — inquiriu Luís, finalmente se levantando, agora com somente três vidas.
— Eu acho que sei como... — antecipou-se Kiki, vendo que nem mesmo Eduardo sabia como havia adquirido aquela habilidade. — As nossas armaduras são corpos vivos, que adormecem por anos ou séculos, sempre escolhendo elas mesmas seus usuários. E dentro de cada uma delas há uma memória. E foi exatamente a memória de câncer, que continha os cosmos de todos os seus cavaleiros anteriores que já usaram esse golpe, passaram telepaticamente para o Edu. Em outras palavras: ele mesmo nem percebeu quando usou as ondas do inferno. Foi algo instintivo.
Eduardo achava aquilo fascinante. Esboçou um sorriso, mas uma fenda foi aberta no espaço-tempo e ela saiu um furioso Hefesto.
— Achou que havia me exterminado, não é? Confesso estar surpreso com você, garoto, mas eu sou um Deus e JAMAIS perderei de você!
Eduardo se preparou para o contra-ataque do Deus enfezado.
— INFINDÁVEL ERUPÇÃÃOOOOOOO!
Com aquele cosmo extremo totalmente dominado, Eduardo conseguiu com muito custo segurar o golpe de Hefesto, perdendo apenas o capacete e sentindo grandes queimaduras em seus dedos, que contiveram aquele fogo tão ardente.
— Mas não é possíveeeel! Como pôde ter segurado minhas lavas de vulcão apenas com as mãos? Você é humano, rapaz? — Hefesto estava perdendo o equilíbrio.
Eduardo olhou para Kiki, que assentiu. Aumentou o cosmo e soltou o Ondas do Inferno novamente.



Hefesto segurou as ondas com as mãos, mas elas o empurravam cada vez mais para trás. Evitava ao máximo ser tragado novamente para uma dimensão desconhecida.
— Agoraaaa! — disse Edu, sem que o Deus entendesse.
— REVOLUÇÃO ESTELAAAAAAAAAAAR!!!!
Inadvertidamente, o corpo e a kamui de Hefesto foram rasgados e dilacerados pelo golpe do cavaleiro de áries. O Deus do fogo caiu ainda impressionado por ter sido vencido por meros humanos.
— V-vocês... me confundiram com um golpe para me segurarem e... poderem usar o outro. I-sso foi... esper... — fechou os olhos e seu corpo foi sumindo. Era o fim!
— Eduardo, você está de parabéns! Deu o melhor de si e só por isso e pela grande ajuda do Hidra nós vencemos. Sinto-me orgulhoso por ter vocês como companheiros.
— Ah, não foi nada! Agora vamos socar o próximo Deus! — exclamou Luís, já doido por outra boa briga.
O trio seguiu o seu caminho rumo ao principal alvo: Zeus!

__________________________________________________________________________


— O que um pequeno ratinho como você poderia fazer? — zombou Hera, após uma vez mais Atena ter golpeado Matheus.
— Matheus, fuja daqui. Você não precisa morrer junto comigo — desabafou Seiya.
— Mas Seiya, essa não é mais a Atena que nós juramos proteger. Ela agora é manipulada por Hera.
— Eu sei... mas não consigo erguer meu punho contra ela. Sinto muito... Prefiro ser morto por ela a investir contra a Saori... — Seiya tinha lágrimas nos olhos.
— Humano idiota, eu nem sei quem é você. O exterminarei, assim como farei com o Pégaso intrometido — disse a possuída Atena.
— Acordaaaaa, Saoriiiiiiiiiiiiiiii!!!! — implorou Seiya.
Mas Atena investiu contra seus dois cavaleiros ao mesmo tempo, usando o báculo. A armadura de Pégaso ficou em pedaços.
— Já é hora de despachar essa dupla de perdedores para o inferno, Atena. AGORAAA! — Hera já estava perdendo a paciência.


_________________________________________________________________________________________


Os campos floridos haviam ficado para trás havia algum tempo. Ele percorreu aquele caminho mais sinuoso com cautela. Era uma encosta e havia ruínas de algum templo antigo. Sentiu um cosmo se aproximando e se agigantando cada vez mais. Ficou em posição de luta.


















       

— Olá, miserável. Então você foi o azarado que cruzou a encosta do sol, não é? Sou Apolo, o poderoso Deus Sol! E você, quem é?
— Wander, a ave fênix... Você não me intimida, deusinho de merda!
— Como é que é? — Apolo cerrou o punho. — Você é mais desprezível que um ácaro, miserável. Vou fatiar você em seg-
— AVEEEEE FÊNIIIIIIIIIIIIIIIIX!!!!!!!
Wander mostrou que não estava com saco para as ameaças de Deus algum e atacou com o seu principal golpe. Mas Apolo, mesmo surpreendido, se esquivou.
— Hmm, vejo que não quer perder tempo, criança. Você é curioso, um humano que luta usando essas coisas nos olhos.
— Não se incomode com os meus óculos. Vou vencê-lo custe o que custar.
— Então tente de novo porque seu golpe mais poderoso é ridículo.
— GOLPE FANTASMAAAAAA!
Novamente, Apolo se teletransportou e reapareceu, balançando a cabeça e rindo de Wander.
— Ainda acha que me vencerá com golpes tão primários?
— AVEEEEE FÊNIIIIIIIIIIIIIIIIIX!
Dessa vez, Apolo rebateu o golpe com apenas o dedo mindinho e o soprou de volta para Wander, derrubando o seu elmo.
— Você não demonstra o menor respeito para com os Deuses, menino idiota. Pois eu farei com que você os respeite. — o cosmo de Apolo finalmente havia assumido uma postura agressiva.

       

— EXTINÇÃO SOLAAAR!
Um golpe de brilho alaranjado varreu o ar e juntamente consigo a armadura de fênix, deixando Wander com queimaduras consideráveis por todo o corpo. Porém, seus óculos permaneceram intactos.
— Hmm, é curioso como essas lentes que vocês chamam de óculos continuam em perfeito estado. Por que meu golpe não dizimou ele?
Wander, ainda sem forças para se levantar, disse:
— São feitos de oricalco fortalecido no vulcão da ilha Canon.
— De oricalco? Mas isso é impressionante. Não sei como você teve acesso à matéria-prima das armaduras. Você não é um cavaleiro qualquer. No entanto, se já não é páreo para mim com armadura, imagina sem...
Wander, com muito custo, foi se levantando.
— Não precisa se impressionar comigo... Você não sabe NADA da minha vida. O que importa é que ainda vencerei você, Deus fajuto!
— Humhumhum... — deu uma risadinha. — Darei as costas e voltarei para o meu palácio. Não estou me divertindo com um pedaço de lixo como você...
Wander se irritou profundamente com aquele desdém e elevou o seu cosmo.
— Atenaaaaa, oitavo sentido, façam meu cosmo atingir o limiteeeeeeeeee! AVEEEEEE FÊNIXXXXXXXXXXXXXX!!!!!!!!!!!!
O golpe daquela vez saiu com uma intensidade enormemente maior, mas o resultado foi catastrófico: Apolo continuou andando e o golpe foi evaporado pelos raios solares que o Deus criou sem sequer mover os dedos.
— Cavaleiro patético...
— CHEGAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA! — Wander, já farto daquelas humilhações, tirou os óculos da face e os esmagou com os seus punhos. Na hora, o chão tremeu e finalmente Apolo virou-se de costas. No mesmo instante, a armadura de fênix retornou das cinzas e voltou a proteger Wander.

       

— Já terminamos o aquecimento.
Apolo ainda estava avaliando aquele novo cosmo, talvez duas, três vezes maior que o anterior.
— Por que diabos sinto você tão mais forte assim? Sua armadura tinha sido dizimada.
— Não consegue ver, imbecil? Tirei os meus óculos. E minha armadura tem a capacidade de voltar das cinzas.
— E daí?
— Seu fi do canso! Meu mestre me proibiu de lutar sem óculos; ele funciona como uma espécie de selo para os meus poderes. Acontece que eu tinha tanto poder desde criança que podia até destruir o meu corpo, que era incapaz de suportar tamanho peso. Meu mestre disse que eu só os tirasse em uma situação extrema. E será a primeira vez que faço isso numa luta, Apolo.
— Que honra — ele disse, ainda em tom de deboche.
— Vai tirar o sorrisinho da face logo, logo... AVEEEEEEEEE FÊNIIIIIIIX!!!!!
— O resultado será o mesmo — Apolo posicionou apenas um dedo para se defender, mas foi varrido pela poderosa nova força de Wander.
— O quêeeeee? M-mas como ousa? MALDITOOOOOOOOOO! — Apolo, sangrando, se irou ao ter sido ferido por um mísero mortal. — E ainda ousou rasgar toda a minha túnica sagrada. Você VAI MORRER!

     

— Está nervosinho? Ainda terá mais!
— SUPER NOVA SOLARRRRRRRRRR!
Aquele novo golpe fora devastador. A armadura recém-regressada já havia ficado em pedaços novamente. Se ainda estivesse de óculos, certamente Wander estaria morto.
— V-você... ainda tinha esse golpe, Apolo? É realmente incrível o seu poder. Tiro o meu chapéu...
— Não tente me bajular agora, verme. Vou arrancar seus dois braços, suas duas pernas, os seus globos oculares, cordas vocais e mandíbula e te deixar vivo e agonizante até que morra por inanição.
— Hahaha! Quanto ódio... Mas ainda tenho forças para um outro golpe.
Apolo já estava farto da ousadia daquele homem.
— Aaaaaaaaaaaaah! AVEEEEE FÊNIXXXXXXXXXXXXXXX!!!!!!!!
Apolo sofreu novamente com aquele nível de poder que Wander ainda demonstrava, mas, mesmo com dificuldade, conteve a nova investida. Wander, exausto, caiu no chão, vencido.
— Você deve estar honrado por ter me levado ao limite, mas chegou a hora de dar adeus, moleque.
— Aceito o meu destino... — fechou os olhos. Abriu de novo. — Esse cosmo! — Wander sorriu.
Antes que pudesse desferir o golpe final, Apolo sentiu aquela presença absurda surgir atrás dele.
     
       











































       

      O mito finalmente entrara na batalha. Um sensacional duelo de fogo contra fogo iria começar.










      CONTINUA...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eduardo
Admin
avatar

Mensagens : 483
Data de inscrição : 17/10/2012
Idade : 27
Localização : Santa Maria - RS

MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 16: Wander Tira os Óculos!   Sab Fev 20, 2016 9:34 pm

Buenas, outro espetacular capitulo Daniel, a forma como esta interligando a historia com o rpg esta muuuuuito legal. Wander de ridicularizando todos esta engracadO demais jocolor lol! cada vez mais puto porque não tem uns 500 capitulos para ler seguido hehehehheh parabéns cheers cheers Very Happy

_________________

Eduardo, Administrador do Fórum de Jogos [R.I.P]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://requiescantinpace.forumeiros.com
Wander

avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/08/2015
Idade : 28
Localização : Itabaiana/Sergipe

MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 16: Wander Tira os Óculos!   Dom Fev 21, 2016 6:33 am

Kkkkk gostei do lance dos óculos, se eu tirar fico quase cego kkkk(uso deste os 4 anos), e a expressão "seu fi do canso", muito bem colocada, parece que Daniel ficou uns tempos por aqui kkkkk. Será que vou terminar o que o filme não mostrou? Será? Será? Kkkkkkk
Daniel tá de parabéns
Podem deixar que quando acabar. Irei transformar em .Docx pra depois PDF com todas as formatações certinhas e deixarei aqui o arquivo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eduardo
Admin
avatar

Mensagens : 483
Data de inscrição : 17/10/2012
Idade : 27
Localização : Santa Maria - RS

MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 16: Wander Tira os Óculos!   Dom Fev 21, 2016 10:03 am

O legal é que as batalhas apenas começaram.. cheers cheers

_________________

Eduardo, Administrador do Fórum de Jogos [R.I.P]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://requiescantinpace.forumeiros.com
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 16: Wander Tira os Óculos!   Dom Fev 21, 2016 3:11 pm

Como o capitulo anterior este esta também magnifico Edu com a sua nova armadura de caranguejo achei que mataria efesto rapidinho mas foi apenas umas das minhas previsores para este capitulo kkkk

Wander tira os Óculos kkkkkkk morri de rir .....

também estou curioso será que desta vez iremos vencer o deus Apolo ???? fica o mistério
aguardando a próxima batalha rumo a Zeus. Smile


Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 16: Wander Tira os Óculos!   Dom Fev 21, 2016 9:31 pm

Capítulo top novamente Daniel, quando li o título já fiquei imaginando q a merda ia pegar preço haha, wander no mesmo estilo do ikki, quero ver os dois juntos agora em ação.
Obs: armadura do edu ficou bem melhor hahha, será que todos iremos trocar de armaduras? #vtncseya. Mete a mão na vadia logo... Haha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 16: Wander Tira os Óculos!   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ZEUS CHAPTER 16: Wander Tira os Óculos!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Óculos de visão noturna
» Adm Lixao Tira Esse Lixo De Temp Sai Fora
» "Bonde"Tira foto No Espelho Pra Postar no Facebook"""kkkk
» [Review] God of War III
» [Geek Topic]Mitologia

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
[R.I.P] Requiescant In Pace :: CDZ-
Ir para: