InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 ZEUS CHAPTER 5: O Nascimento de um Poderoso Cavaleiro de Prata

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: ZEUS CHAPTER 5: O Nascimento de um Poderoso Cavaleiro de Prata   Ter Nov 10, 2015 9:51 am

O NASCIMENTO DE UM PODEROSO CAVALEIRO DE PRATA


— Ora, ora, três cavaleiros de uma só vez. Vou adorar amassar os seus ossos! Sou Rock, o Touro Negro! — disse o gigante com a sapuris de Touro.
— Você não me assusta, grandão! Sou Ednael de Dragão, mas pode me chamar de Ed. Discípulo do grande Shiryu de Libra.
— Eu sou Noesis, o cavaleiro de prata de triângulo

— E Lukas, o cintilante cavaleiro de andrômedaaaa! — o guerreiro de andrômeda fez uma dancinha que a Rock soou constrangedora.
O cavaleiro negro deixou de conversa e logo atacou com o seu GRANDE CHIFRE, lançando o trio para bem longe.
— E o que acharam disso, insetos estúpidos? — perguntou o convencido touro.
Mas o cavaleiro de prata Noesis pareceu não ter sentido muito o baque.
— Sou um dos poucos cavaleiros remanescentes da geração antiga. Conheci o verdadeiro touro, Aldebaran! Por isso, sei desse golpe que você copiou dele. Não me vencerá só com isso! — falou o homem, que era da geração de Seiya e dos outros.
O Touro Negro cerrou os punhos. Teria mais trabalho do que imaginara.


OUTRO LUGAR, OUTRO INIMIGO

Uma luta sangrenta já acontecia há alguns minutos. Por causa dela, três cavaleiros — um de prata e dois de bronze — haviam sido mortos: o cavaleiro de prata Spartan de Bússola, outro remanescente da geração anterior, Yulij de Sextante, uma amazona de apenas treze anos, e o jovem Ícaro de Ave do Paraíso.




Porém, duas amazonas muito poderosas acabavam de chegar no campo de batalha. Agora, a luta seria mais difícil.

— Hmmm! Duas amazonas de prata chegaram para se juntar à batalha. Interessante... Mas é tarde demais. Os três vermes foram mortos sem sequer me arranharem.
— Marin, você não acha que uma luta entre damas é mais justa? — ela disse, vendo que o oponente seria uma amazona trajando uma armadura negra.  Quem é você?
— Sou Oscura, a amazona negra de capricórnio. Liquidarei vocês, assim como fiz com esses três de antes.

— Shina, também estou com vontade de acabar com essa vadia que matou os nossos companheiros. Spartan foi nosso companheiro por mais de uma década.
A batalha mortal entre as amazonas iria começar.


TOURO NEGRO

— GRANDE CHIFREEEE!
Noesis se esquivou novamente do golpe do touro negro, como dissera.
— Já falei que é inútil! — TRIÂNGULO INFERNAAAAAL!
O cavaleiro de prata atacou e Rock foi incapaz de se defender. Entretanto, o ataque não foi mortal e o cavaleiro negro se levantou mais uma vez, aumentando mais aquele cosmo negro e agressivo. Naquele momento, o Andrômeda e o Dragão também já tinham se recuperado do golpe que sofreram pouco antes.
— O meu sagrado mestre Shiryu jamais me perdoaria se eu fosse derrotado com tão pouco! — Ed estava furioso.
— Assim como o meu mestre Shuuuuuuun! — outra dancinha de Lukas.
Uma onda gigantesca de cosmo invadiu aquele lugar. Rock ficou impressionado. Não imaginava que meros cavaleiros de bronze pudessem possuir um cosmo tão grande.
— Malditos...
— CORRENTE DE ANDRÔMEDAAAAA!
— CÓLERAAA DO DRAGÃÃÃÕOOO!
Os dois golpes juntos foram devastadores, lançando Rock longe e quebrando parte de sua poderosa armadura.
— Uhuuuu! Isso foi LIN-DOOO! Ar-ra-sa-mos! — vibrou um eufórico Lukas.
Ed, meio constrangido, acabou deixando seu amigo no vácuo, quando este tentou um: “toca aqui”. Precisavam se concentrar; o touro negro acabara de se levantar.
— Ele é duro na queda, pessoal — disse Noesis.
— Vocês não passam de bebês insolentes! Eu tenho centenas de anos de vida e já enterrei vários cavaleiros irritantes como vocês! Hora de morrerem!
Noesis, Ed e Lukas ficaram em alerta.
— CHIFRES DEMONÍACOOOOS!
O golpe secreto de Rock trincou as armaduras de bronze e deixou os cavaleiros desacordados, também fazendo danos consideráveis em Noesis. O cavaleiro de prata, muito experiente, estava disposto a sacrificar a sua vida.


SANTUÁRIO GALÁCTICO

Seiya e Ezequiel estavam parados diante da entrada daquele magnífico santuário. Aquilo era algo sem igual na Terra. Um santuário que possuía nove templos, cada qual protegido por um Planetário. De Mercúrio a Plutão eles, os cavaleiros de Atena, precisariam vencer os oito Planetários restantes até que chegassem no portal localizado ao fim do Templo de Plutão. Lá, estava a entrada para o Olimpo, lar dos Deuses mais poderosos da história. Mas o mais magnífico naquele lugar era que ele parecia estar orbitando no espaço sideral, com estrelas e cometas passando por entre os templos e as escadarias que separavam um do outro, o tempo inteiro.



Seiya decidiu com Ezequiel que esperariam até que outros cavaleiros chegassem àquela dimensão. Não teriam chances de vitória contra os Planetários se não lutassem com força máxima. Esperaram e assim chegaram outros cavaleiros.






Todos os cavaleiros de ouro, fora Ikki, estavam no Santuário Galáctico. E além deles, aquele incrível cavaleiro de bronze chamado Ezequiel de Camaleão. Foi então que Shun, com poderes próprios do cavaleiro de virgem, decidiu:
— Ezequiel, não é? June, você treinou um grande cavaleiro.
— Eu sei. Ezequiel desde muito cedo mostrou que seria um cavaleiro muito superior àqueles de sua geração.
O garoto, convencido, sorriu triunfante.
— Ezequiel — começou Shun. — Não faz mais sentido que você continue com essa armadura de bronze. Ela não aguentará muitos danos nas lutas que você terá a seguir. Os inimigos que teremos não se comparam àqueles que você enfrentou até aqui. Por isso, te darei uma armadura de prata das mais poderosas. Ela não está sendo usada na geração atual. O cavaleiro que a usou antes, Algol, morreu lutando contra Shiryu.
Shiryu se lembrou daquela terrível luta que lhe custou a visão.
— Kiki, a armadura está em outra dimensão. Já conectei o cosmo dela ao do Ezequiel, agora faça a sua parte!
— Com facilidade — e Kiki aumentou seu cosmo para teletransportar a nova armadura de Ezequiel: a armadura de prata de perseu!


Ezequiel, fascinado com aquela urna poderosa que acabara de chegar, ficou com os olhos brilhando. Agora, mais do que nunca, se achava imbatível!


TOURO NEGRO

— Até quando continuará se levantando pra me enfrentar, desgraçado?
— Até quando você cair morto! — disse Noesis. — Na geração anterior, não consegui ser útil a Atena e aos meus companheiros. Na verdade, me escondi para o mestre Saga não me chamar para enfrentar os cavaleiros de bronze, enquanto meus amigos, Misty e os outros, perderam suas preciosas vidas. Mas agora... Agora eu mostrarei O MEU VALOOOOR! — gritou, com a fúria do cavaleiro de triângulo, pronto para entregar sua vida.
Rock atacou com os CHIFRES DEMONÍACOS e Noesis contra-atacou com o VÓRTICE DAS TREVAS. O golpe consistia em enviar o oponente para um buraco negro, abrindo um vórtice, característico da região de onde sua armadura surgiu, no Triângulo das Bermudas.


Noesis seria liquidado com o devastador poder de Rock, mas tomou uma decisão: havia uma forma de o seu golpe ser mais efetivo. Ele precisaria depositar todo o seu cosmo no vórtice, mas isso implicaria em ele também ser tragado para o buraco negro, de onde o seu corpo e o de Rock seriam evaporados da existência. Não se importava: demonstraria o seu valor à Atena.
— O resto é com vocês, jovens cavaleiros...
A energia dos CHIFRES DEMONÍACOS sumiu e Noesis e Rock entraram no buraco negro, desaparecendo completamente de qualquer dimensão.
O Andrômeda e o Dragão, assistindo de tudo ao longe, se emocionaram com o sacrifício daquele companheiro que até então nem conheciam.


CAPRICÓRNIO NEGRA

A amazona negra era poderosa demais. Brincava com luzes e sombras e atacava a dupla prateada com um poder sem igual.
— Marin, hora de aumentarmos os nossos cosmos e acabarmos de vez com essa infeliz!
— Concordo, Shina.
A luta entre as amazonas que um dia já foram inimigas contra a guerreira das trevas iria atingir seu ápice.



CONTINUA...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wander

avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/08/2015
Idade : 28
Localização : Itabaiana/Sergipe

MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 5: O Nascimento de um Poderoso Cavaleiro de Prata   Ter Nov 10, 2015 10:17 pm

Qnd leio "jovens cavaleiros " só vem a voz do dublados de aioros kkkkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 5: O Nascimento de um Poderoso Cavaleiro de Prata   Sex Nov 13, 2015 11:21 pm

Será que os jovens cavaleiros irão se encontrar no santuario? hahaha, o Zeq q se deu hein... armadura nova... GG
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 5: O Nascimento de um Poderoso Cavaleiro de Prata   Qua Nov 25, 2015 10:36 pm

nossa cara que emoção, armadura de prata, to me sentindo como o Daniel descreveu ali na história mesmo. Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 5: O Nascimento de um Poderoso Cavaleiro de Prata   Seg Dez 07, 2015 12:47 am

Caracas que capítulo fodastico, foi o desfile das musas, June, estou apaixonado por você, porque não foi a minha mestra, com certeza teria saído matrimônio!!! E o sacrifício de Noesis, como fui fraco, como não pude ajudá-lo a derrotar o touro bandido??? Preciso melhorar muito. E o Zeq arrebentando hein... Agora ninguém segura a arrogância do menino... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ZEUS CHAPTER 5: O Nascimento de um Poderoso Cavaleiro de Prata   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ZEUS CHAPTER 5: O Nascimento de um Poderoso Cavaleiro de Prata
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Parabens Bruno Nascimento !!
» Wii U é um console muito poderoso, mas precisa de propagandas melhores, diz desenvolvedor indie
» Centenário do Nascimento de Jorge Amado
» Take-off at Sunset at Santos Dumont - GOL B737-800 10 Years
» Parabéns Bruno Bastos !!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
[R.I.P] Requiescant In Pace :: CDZ-
Ir para: